PriceWaterHouseCoopers Angola vai contratar técnicos em Portugal

25 February 2010

Luanda, Angola, 25 Fev – A PriceWaterHouseCoopers Angola vai contratar técnicos em Portugal tendo em conta a escassez de recursos humanos em Angola na sequência de um acordo com a sua congénere portuguesa, afirmou quarta-feira em Luanda o responsável máximo da PWC Angola.

Citado pela agência noticiosa angolana Angop, Fernando Barros informou que a sua empresa tem necessidade de mão-de-obra especializada nas áreas em que actua, mas infelizmente os quadros existentes em Angola são insuficientes para as vagas disponíveis.

“Temos recrutado pessoal nas universidades angolanas, havendo pelo menos 90 angolanos entre 120 trabalhadores, mas mesmo assim continuamos com necessidade de pessoal. Por outro lado, uma vez admitidos eles precisam de formação para se adequarem às exigências da empresa, um processo que leva algum tempo”, disse Fernando Barros.

“Se a disponibilidade de quadros fosse suficiente, a empresa hoje teria pelo menos 300 trabalhadores”, afirmou Fernando Barros, reconhecendo ser mais dispendioso contratar mão-de-obra fora do país”.

A empresa angolana presta serviços de consultoria fiscal, de recursos humanos, de fusões e aquisições e de auditorias e os seus principais clientes são médias e grandes empresas do sector petrolífero, engenharia, indústria de bebidas, construção e obras públicas, banca e seguros.

A PriceWaterHouseCoopers Angola opera há 20 anos e reforçou o investimento nos finais de 2002 devido ao volume de negócios. A rede de firmas da multinacional conta com 160 mil trabalhadores em todo o mundo. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH