Galp Energia, Sonangol e Petrogas poderão formar consórcio de exploração para São Tomé e Príncipe

2 March 2010

São Tomé, São Tomé e Príncipe, 2 Mar – A portuguesa Galp Energia, a angolana Sonangol e a estatal são-tomense Petrogas poderão formar um consórcio para a exploração de petróleo na zona económica exclusiva de São Tomé e Príncipe, afirmou segunda-feira em São Tomé um director da Agência Nacional de Petróleos (ANP).

Em declarações à agência noticiosa portuguesa Lusa, o director administrativo e relações públicas da ANP, Carlos Neves, adiantou “parecer-lhe” ter havido um acolhimento positivo por parte da Galp e da Sonangol estando a formação do consórcio dependente “apenas de uma decisão política”.

“Esta é uma questão de natureza política, cuja decisão não cabe propriamente à Agência Nacional de Petróleos que é apenas o órgão regulador”, precisou Carlos Neves.

Para Carlos Neves, um consórcio de uma empresa nacional com outras empresas que têm experiência e meios financeiros, “seria útil para o desenvolvimento da nossa própria empresa e da indústria petrolífera em São Tomé e Príncipe”.

Relativamente ao leilão de blocos petrolíferos que hoje terá lugar em Londres, o director da ANP adiantou haver “várias empresas” que já manifestaram o seu interesse mas escusou-se a identificar quais. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH