Japão e PNUD financiam projecto ambiental em São Tomé e Príncipe

18 March 2010

São Tomé, São Tomé e Príncipe, 18 Mar – Um projecto-piloto de protecção ambiental vai iniciar-se este ano no norte da ilha de São Tomé, disse quarta-feira o director-geral do Ambiente de São Tomé e Príncipe.

Em declarações à agência noticiosa portuguesa Lusa, Arlindo Carvalho disse ainda que o projecto tem a duração de dois anos e é financiado conjuntamente pelo governo japonês e pelo Programa das Nações para o Desenvolvimento (PNUD).

Pretende-se com a execução desse projecto transformar a savana do distrito de Lobata numa área agrícola e florestal e repondo o equilíbrio ambiental do distrito, tido como o mais prejudicado com o abate indiscriminado das árvores pelos comerciantes da madeira.

“Neste últimos tempos, a região de Lobata tem conhecido uma grande devastação das suas florestas e é uma área bastante sensível do país porque é uma parte importante da zona de savana”, adiantou Arlindo Carvalho.

O valor disponibilizado pelo governo japonês e pelo PNUD, 2,7 milhões de euros, servirá para financiar actividades agrícolas no local, reflorestação de todo o distrito e abastecer de água tanto a agricultura como as diversas comunidades rurais. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH