Brasil ajuda na política nacional de habitação de Moçambique

26 March 2010

Rio de Janeiro, Brasil, 26 Mar – Um acordo de cooperação técnica para o desenvolvimento de tecnologias de construção em Moçambique foi assinado entre o Brasil e aquele país africano, disse no Rio de Janeiro uma responsável da Caixa Económica Federal (CEF) do Brasil.

A responsável pela coordenação das cooperações técnicas internacionais da CEF, Maria Tereza Peres de Souza, disse ainda que este acordo é a segunda fase de um projecto de cooperação bilateral, que envolve o apoio ao desenvolvimento de um sistema de custos e índices para a construção civil, uma incubadora de micro-empresas e um centro de pesquisa de sistemas não-convencionais para a construção de habitação de renda social.

Em declarações à agência noticiosa portuguesa Lusa, Tereza de Souza afirmou que a previsão para os próximos dois anos é ter a política habitacional elaborada com os centros tecnológico e de formação já em operação.

A Caixa Económica Federal é um banco de apoio ao desenvolvimento urbano e o principal agente das políticas públicas do governo brasileiro que actua nas áreas de habitação, saneamento básico e infra-estruturas.

Universidades brasileiras também estão a contribuir para esta segunda fase do projecto de apoiar o desenvolvimento urbano naquele país africano, tendo a Universidade de São Paulo, por exemplo, colaborado na elaboração de uma proposta de política habitacional para Moçambique.

A instituição brasileira fornecerá também ao governo moçambicano projectos de construção de moradias de renda social. Está prevista ainda a transferência de tecnologia para fabrico de equipamentos e metodologia de construção não-convencional adequada à realidade do país, numa parceria entre a Caixa e a Universidade de Campinas (Unicamp). (macauhub)

MACAUHUB FRENCH