Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique investe na melhoria do transporte de passageiros

6 April 2010

Maputo, Moçambique, 6 Abr – O transporte de passageiros na rede ferroviária Sul de Moçambique foi reforçado com 29 carruagens, quatro salões-restaurante e um furgão para bagagem, um investimento de 2 milhões de dólares, informou o presidente da Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique.

De acordo com o jornal Notícias, de Maputo, o transporte ferroviário de passageiros registou em 2009 um crescimento de 26 por cento, comparativamente a 2008, com mais de 2,6 milhões de passageiros transportados.

Em reunião realizada a recentemente em Maputo, Rui Fonseca disse que o transporte ferroviário de passageiros não é uma actividade rentável para os Caminhos de Ferro de Moçambique, uma vez que o bilhete pago pelo passageiro cobre apenas 15 por cento dos custos, sendo os restantes 85 por cento integralmente suportados pela companhia.

A empresa introduziu há cerca de um ano o serviço de transporte de passageiros por automotoras, visando elevar a disponibilidade de transporte para servir as comunidades que vivem na periferia das cidades de Maputo e Matola, onde predominantemente as populações eram servidas por transporte rodoviário.

“Temos estado a apostar em investimentos que, pelo seu carácter estratégico, são capazes de gerar resultados assinaláveis e elevados retornos a médio e longo prazos, proporcionando oportunidades únicas de crescimento económico e desenvolvimento social”, disse Rui Fonseca dirigindo-se ao colectivo do Conselho de Directores da empresa. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH