Quase totalidade das empresas estatais em Moçambique dá prejuízo

9 April 2010

Maputo, Moçambique, 9 Abr – Apenas cerca de 10 das 130 empresas estatais em Moçambique geram lucros com as restantes a acumularem prejuízos, disse quinta-feira em Maputo o presidente cessante do Instituto de Gestão de Participações do Estado (Igepe).

Após a cerimónia de investidura de Hipólito Hamela como novo presidente da instituição, Daniel Gabriel afirmou que “a grande tarefa do novo elenco é aumentar o número de empresas estatais a darem lucros e a distribuir dividendos”.

Por seu turno, o novo presidente do Igepe apontou a reestruturação das empresas do Estado e a formação dos seus gestores como a aposta da nova administração, para permitir que o Estado encaixe mais receitas nas empresas por si detidas.

O Governo moçambicano alienou a privados milhares de empresas que haviam passado à esfera estatal logo após a independência do país, em 1975, no quadro da política de nacionalizações decretada na altura, mas retém a propriedade de 130 empresas, especialmente as que operam em sectores considerados estratégicos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH