Castanha de caju em Moçambique com maior produção dos últimos 3 anos

19 April 2010

Maputo, Moçambique, 19 Abr – A produção de castanha de caju em Moçambique atingiu na presente campanha cerca de 95 mil toneladas, a maior quantidade conseguida nos últimos três anos, disse a directora do Instituto de Fomento do Caju (Incaju).

Filomena Maiópue disse ainda ao jornal Notícias, de Maputo, que os factores climatéricos, aliados ao bom preço praticado junto do produtor, as pulverizações bem como a floração fora do período normal, sobretudo na região sul de Moçambique, foram alguns dos factores que contribuíram para uma boa campanha.

Para a directora do Incaju, a quantidade produzida na presente campanha situa-se muito próximo da média prevista nos planos da instituição que é uma produção anual de 100 mil toneladas de castanha em bruto.

A campanha do caju em Moçambique inicia-se em Outubro e termina em Março, mas devido à floração dos cajueiros fora do período normal, sobretudo na região sul, prevê-se que o fecho da campanha, comercialização incluída, ocorra este ano em finais de Abril corrente.

A directora do Incaju recordou que para se conseguir aquele objectivo, a instituição tem vindo a pulverizar os cajueiros antigos a uma média de 4,5 milhões de árvores por ano e, ao mesmo tempo, plantado cerca de um milhão de novas árvores também por ano. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH