Governo de Angola defende regulamentação da exploração artesanal de diamantes

21 April 2010

Luanda, Angola, 21 Abr – O secretário de Estado da Geologia e Minas, Makenda Ambroise, defendeu terça-feira, em Luanda, a necessidade de regulamentação da actividade artesanal de exploração de diamantes e o combate à sua extracção ilegal.

Makenda Ambroise, que falava no acto alusivo ao Dia Nacional do Mineiro, que se comemora no dia 27 de Abril, solicitou às empresas com autorização para prospecção de diamantes que avançem desde já com propostas para a regulação da actividade artesanal.

Referindo-se ao dia do mineiro, Makenda Ambroise realçou que a data celebra-se “num momento muito especial e de extrema importância, tendo em conta a recuperação de alguns sectores que estavam com problemas em 2009”.

O ministro em exercício da Geologia e Minas e da Indústria, Kiala Ngombe Gabriel, afirmou que a decisão do Governo em unir os dois ministérios visou, sobretudo, permitir que se venha a acrescentar valor aos produtos minerais angolanos.

Ao presidir à abertura das jornadas do 25º aniversário do Dia Nacional do Mineiro, o ministro precisou ser necessário acrescentar valor aos produtos minerais angolanos a fim de que Angola deixe de depender do exterior para a sua comercialização.

“Depender do exterior, vender matérias-primas sem qualquer valor acrescentado faz com que quem dite o preço nos mercados internacionais seja o comprador e não o vendedor”, disse ainda Kiala Ngombe Gabriel. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH