Moçambique lança Instituto para a Promoção das Pequenas e Médias Empresas

22 April 2010

Maputo, Moçambique, 22 Abr – O Instituto para Promoção das Pequenas e Médias Empresas (Ipeme), que tutela o Centro de Orientação ao Empresário (CorE) de Moçambique, iniciativa que visa apoiar os empresários foi quarta-feira lançado em Maputo.

O CorE é uma iniciativa que o governo moçambicano se propôs lançar nos primeiros 100 dias de governação, de forma a responder à escassez de serviços de apoio ao desenvolvimento empresarial, particularmente para as micro, pequenas e médias Empresas (PME), que perfazem 98 por cento das empresas que operam no país.

Na ocasião, o primeiro-ministro Aires Ali considerou a criação do CorE, instituição com capacidade para atender 30 pessoas por dia, “uma extensão das actividades do governo em apoio ao empreendedorismo”.

Em declarações à agência noticiosa portuguesa Lusa, o director-adjunto do Ipeme, Ernesto Mafumo, disse que a instalação do projecto está avaliada em 1,5 milhões de meticais financiados por diversos parceiros, nomeadamente o Banco Comercial e de Investimento (BCI), a segunda maior instituição financeira de Moçambique com uma quota de mercado superior a 30 por cento.

O CorE assinou quarta-feira um acordo de financiamento com o BCI, detido em 51 por cento pelo grupo português Caixa Geral de Depósitos (CGD), Banco Português de Investimentos (BPI) 30 por cento, o grupo moçambicano de investimentos Insitec 18 por cento estando o restante capital nas mãos de pequenos accionistas. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH