Portuguesa Amorim Turismo investe em Angola na hotelaria

23 April 2010

Lisboa, Portugal, 23 Abr – A empresa portuguesa Amorim Turismo pretende iniciar o seu processo de internacionalização em Angola, país onde vai investir 90 milhões de euros nos próximos 4 anos, afirmou o presidente da empresa ao jornal português Expresso.

Tendo anunciado há cerca de um ano a intenção de construir 10 hotéis em Angola, Jorge Armindo adiantou ter a empresa encontrado agora o parceiro local para o projecto, a Imogestin, empresa do Banco Africano de Investimentos (BAI), banco onde a Sonangol é accionista.

Até ao final de 2010, Jorge Armindo conta ter já três hotéis concluídos no âmbito desta parceria, para a qual passam os projectos que a Imogestin tinha em mãos: o Hotel Terminus no Lobito (próvíncia de Benguela), que já está concluído, um outro de 101 quartos que está a ser construído mesmo ao lado, além do futuro hotel de quatro estrelas que está em obra na cidade de Ndalatando (província de Kwanza Norte).

“Adquirimos ainda três terrenos, onde já começaram a ser construídos hotéis de cidade, de 4 estrelas”, adiantou Jorge Armindo, referindo que estes terrenos se localizam em Malange, Huambo e Soyo, no último caso junto às petrolíferas e perto de Cabinda.

No âmbito da parceria em Angola entre a Amorim Turismo e a Imogestin, estão a ser constituídas duas sociedades, uma proprietária dos hotéis e outra para a respectiva exploração.

“Na primeira seremos minoritários e na segunda vamos ter a maioria”, revelou Armindo, prevendo que este processo, “sempre um pouco moroso”, possa ficar formalizado até Outubro. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH