Comércio entre Angola e Brasil com queda acentuada em 2009

26 April 2010

Luanda, Angola, 26 Abr – O comércio entre Angola e o Brasil registou uma diminuição acentuada em 2009 quando comparado com os dois anos anteriores, disse ao jornal O País Raimundo Lima, da Associação dos Empresários Brasileiros em Angola (Aebran).

Lima, presidente da mesa da Assembleia Geral da associação, precisou que o comércio bilateral, que de 2007 para 2008 duplicou de 2,1 mil milhões para 4,2 mil milhões de dólares, caiu para 1,47 mil milhões de dólares em 2009.

No entanto, embora tenha caído de forma acentuada face aos dois anos anteriores, foi o terceiro maior valor alguma vez alcançado no comércio entre Angola e o Brasil.

Em 2009, as importações dos produtos brasileiros totalizaram 1,3 mil milhões de dólares, enquanto as exportações de produtos angolanos para o Brasil foram de 138 milhões de dólares, com queda de um terço nas importações e de 90 por cento nas exportações.

Ainda assim, disse Lima, “os números são significativos”, se se tiver em conta que em 2000 o comércio bilateral se cifrou em 137 milhões de dólares, com o Brasil a exportar 106 milhões e a importar 31 milhões de dólares.

Raimundo Lima, que é também presidente do grupo empresarial Aldeia, considera que 2010 será um ano de retoma significativa nas trocas comerciais entre os dois membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), nomeadamente porque o governo de Angola já anunciou ir começar a pagar as dívidas às empresas de construção civil e porque foi aumentado o valor da linha de crédito aberta pelo Brasil em favor de Angola, para 500 milhões de dólares. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH