Empresas da China pretendem apoiar a produção de soja no Brasil

27 April 2010

São Paulo, Brasil, 27 Abr – Empresas de “trading” da China estão a ponderar investir até 2 mil milhões de dólares no financiamento à produção de soja no estado brasileiro de Goiás, de acordo com a Federação de Agricultura e Pecuária do Estado (Faeg).

Alécio Maróstica, presidente da Comissão de Cereais, Fibras e Oleaginosas da Faeg, disse que o objectivo das empresas chinesas é eliminar o intermediário e o custo adicional representado pelas empresas de “trading” internacionais e passar a financiar directamente o produtor.

Maróstica adiantou que o financiamento da produção deverá ter início apenas na campanha agrícola 2011/2012, embora não tenha afastado a possibilidade de que alguns contratos sejam assinados para a campanha deste ano.

As negociações entre as partes começaram no início do mês, durante a visita de uma missão de empresários e representantes do governo de Goiás à China, tendo Alécio Maróstica adiantado ter sido mencionado um investimento até 2 mil milhões de dólares.

Aquele representante da Faeg precisou as partes decidiram constituir um grupo de trabalho que vai analisar as possibilidades de negócio. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH