Governo de Angola adia obtenção de “rating” e venda de títulos de dívida no mercado internacional

5 May 2010

Luanda, Angola, 5 Mai – O governo de Angola desistiu, para já, de obter notação por parte das agências de “rating” e vender títulos de dívida no mercado internacional, optando por fazer uma emissão de obrigações do tesouro no mercado doméstico, revelou fonte do Ministério das Finanças.

Citada pela agência noticiosa Bloomberg, a fonte adiantou que responsáveis angolanos tiveram várias reuniões com as principais agências de “rating” – Moody´s, Standard & Poor´s e Fitch – sem que tenha sido possível chegar a um acordo.

O governo angolano tornou público, em 2009, pretender realizar um empréstimo obrigacionista no montante de até 4000 milhões de dólares, necessário para suportar despesas de investimento depois da queda do preço do petróleo ao longo de quase um ano.

Foi também tornado público, na mesma altura, a vontade do governo de obter essa notação, ou classificação, financeira da dívida por parte das agências de “rating”, para facilitar a venda de títulos no mercado internacional.

As autoridades angolanas, que reviram entretanto as necessidades iniciais de financiamento, decidiram-se agora por uma emissão de obrigações do Tesouro de até 2000 milhões de dólares e no mercado doméstico. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH