França apoia Moçambique com 50 milhões de dólares para projectos de gás

6 May 2010

Maputo, Moçambique, 6 Mai – Moçambique e França vão assinar em breve um acordo de financiamento de 50 milhões de dólares para projectos de gás a executar pela Companhia Moçambicana de Hidrocarbonetos, disse quarta-feira em Maputo o director da Agência Francesa de Desenvolvimento.

Em declarações à agência noticiosa portuguesa Lusa, Bruno Leclirc disse que a França prevê apoiar diversos programas em Moçambique, incluído um aprovado em Dezembro de desembolso de 50 milhões de dólares para o sector de gás.

A França decidiu mudar a sua abordagem de auxílio a Moçambique, destacando a sua intervenção ao sector de infra-estruturas, disse o director da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD).

No ano passado, o governo da França concedeu 20 milhões de euros para projectos de electrificação nas cidades de Maputo, Matola, sul, e Pemba, na província de Cabo Delgado, norte de Moçambique e ainda este ano vai apoiar um projecto de abastecimento de água potável em Maputo, avaliado em sete milhões de euros.

O objectivo do projecto financiado pela AFD é reduzir as perdas em água na cidade de Maputo e de participar nos trabalhos de recuperação de infra-estruturas, visando aumentar o acesso à agua potável, em particular aos mais desfavorecidos.

Desde o ano passado, o Fundo Francês para o Ambiente Mundial financia em um milhão de euros um projeto de co-gestão da Reserva Nacional de Gilé, uma das últimas zonas selvagens da região da província da Zambézia, centro de Moçambique, e que terminará em 2014.

A Reserva Nacional de Gilé é uma das últimas zonas selvagens da região, com uma superfície total de 210 000 hectares, dispõe de uma biodiversidade e abriga várias espécies ameaçadas de extinção. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH