Habitantes de zonas rurais de Moçambique vão passar a dispor de água potável e saneamento

6 May 2010

Maputo, Moçambique, 6 Mai – Um milhão de habitantes das zonas rurais de Moçambique vai passar a dispor de fontes de água potável e outros 300 mil terão acesso a saneamento este ano, de acordo com as metas do primeiro ano de vigência do Programa Nacional de Água e Saneamento Rural (Pronasar).

O jornal Notícias, de Maputo, informou que o governo de Moçambique assinou quarta-feira com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Embaixada dos Países Baixos, Departamento do Reino Unido para a Cooperação Internacional (DFID), Agência Canadiana para o Desenvolvimento Internacional (CIDA) e Agência Suíça para o Desenvolvimento e Cooperação (SDC) um memorando de entendimento para a execução do Pronasar.

Dados tornados públicos na ocasião indicam que numa primeira fase, 2010/2013, o programa vai abranger distritos das províncias de Maputo, Gaza e Zambézia, sendo que só neste primeiro ano consumirá cerca de 11 milhões de dólares

O Pronasar é um instrumento que vai permitir que o país alcance os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio no que respeita a estes dois aspectos, na medida em que vai possibilitar que 70 por cento da população tenha acesso a água potável e que 67 por cento disponha de condições de saneamento do meio até 2015.. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH