Xai-Xai, em Moçambique, vai ter fábrica de descaroçamento de algodão

7 May 2010

Maputo, Moçambique, 7 Mai – Uma fábrica de descaroçamento de algodão vai ser construída nos arredores da cidade do Xai-Xai, província de Gaza, num investimento de 6 milhões de dólares, disse à agência noticiosa moçambicana AIM o sócio-gerente da unidade fabril, Higino Pateguane.

A fábrica, com capacidade para processar cerca de 80 mil toneladas de algodão caroço por ano, possui uma exploração agrícola própria, ocupando uma área de 3.000 hectares, onde produz algodão, e que, estando dotada de um sistema de regadio, vai atingir 4 toneladas de algodão-caroço por hectare, muito superior à média dos produtores familiares em Moçambique.

O início do descaroçamento de algodão está previsto para o mês de Outubro próximo, estando actualmente em curso a montagem do respectivo equipamento, cuja capacidade é considerada muito superior a muitas outras existentes no país.

“Nós sabemos que numa primeira fase não vamos poder aproveitar toda a capacidade instalada da fábrica, que é de 80 mil toneladas”, disse Higino Pateguane, esclarecendo que o aproveitamento será gradual, à medida que se for consolidando a cultura de algodão na baixa do Xai-Xai.

A nova fábrica de descaroçamento de algodão surge numa altura em que o sector algodoeiro em Moçambique se esforça para adoptar novas estratégias que visam revitalizar a produção de algodão, que segundo o Instituto do Algodão de Moçambique, tem vindo a registar uma queda preocupante. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH