FMI aprova apoio financeiro à Guiné-Bissau

10 May 2010

Washington, Estados Unidos da América, 10 Mai – O Fundo Monetário Internacional aprovou sexta-feira um apoio de 33,3 milhões de dólares ao programa económico do governo da Guiné-Bissau para os próximos três anos, que, se tiver sucesso, significará um perdão de dívida.

A administração do FMI, reunida em Washington, aprovou ainda o pagamento de uma segunda fatia de ajuda, no valor de 1,5 milhões de dólares, ao abrigo do programa de apoio a países altamente endividados (HIPC), refere a instituição financeira em comunicado divulgado na sua página electrónica.

A aprovação do programa de apoio, designado ECF, estava prevista para o início de Abril, mas foi adiada devido à desestabilização política registada naquela data em Bissau, com a detenção de alguns militares e políticos.

No âmbito do programa, o governo prevê reformas na administração pública, no sector da defesa e segurança e na criação de melhorias de investimento para o sector privado.

Na nota hoje divulgada, o FMI sublinha que um desempenho satisfatório “pode abrir o caminho ao alívio da dívida até ao final do ano”.

A dívida externa da Guiné-Bissau está calculada em mais de 1,5 mil milhões de dólares e desde 2001 que o país tem tentando, sem êxito, cumprir com os critérios para que possa beneficiar de um perdão.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH