Economia de Cabo Verde deverá crescer este ano 4 a 5 por cento

13 May 2010

Praia, 13 Mai – A economia de Cabo Verde deverá crescer este ano entre 4 e 5 por cento, afirmou terça-feira na Praia o governador do Banco de Cabo Verde (BCV), Carlos Burgo.

Ao apresentar o relatório semestral sobre Política Monetária em Cabo Verde, já enviado ao Governo e ao Parlamento cabo-verdianos, que pormenoriza a evolução da situação económica e financeira do país nos últimos seis meses e perspectiva o próximo semestre, Burgo disse ainda que se prevê um aumento moderado dos preços, devendo a taxa de inflação média situar-se entre 1,5 e 2,5 por cento.

O relatório alerta, no entanto, para os dados provisórios do Ministério das Finanças relativos ao primeiro trimestre de 2010, que apontam um agravamento na generalidade das contas do sector público, sobretudo nas receitas orçamentais e, em particular, nas provenientes da cobrança de impostos.

Em termos prospectivos, espera-se, até ao final de 2010, uma ligeira recuperação das receitas públicas, em virtude sobretudo do acréscimo, ainda que moderado, das receitas tributárias e do aumento dos donativos.

Assim, para 2010, o défice público incluindo donativos deverá até ao final do ano atingir 9,7 por cento do PIB, o que representa uma significativa deterioração da posição orçamental relativamente a 2009, ano em que o défice orçamental foi de 3,7 por cento. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH