Agência de notação Fitch manteve o “rating” de Cabo Verde e reafirmou perspectiva estável

19 May 2010

Praia, Cabo Verde, 19 Mai – A agência de notação financeira Fitch manteve este mês o “rating” de Cabo Verde e a perspectiva do país em “estável” embora tenha alertado para os aumentos das dívidas pública e externa, disse terça-feira na Praia uma fonte do Banco de Cabo Verde.

Em declarações à agência noticiosa portuguesa Lusa, a fonte do banco central disse ainda que a Fitch manteve a classificação “B+” para o dívida de longo prazo em moeda estrangeira e de “BB-” para a de longo prazo em escudos cabo-verdianos, considerando “estável” a perspectiva para o risco de país.

“Num contexto de crise económica internacional e de aumento do défice orçamental de Cabo Verde, esta avaliação contraria a de Dezembro de 2009 da Standard and Poor’s, que considerou negativas as perspectivas para o “risco país””, salientou a mesma fonte.

Para esta avaliação, segundo a fonte, terá contribuído um desempenho melhor do que o antecipado – nomeadamente pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) – da economia de Cabo Verde em 2009, com destaque para o défice orçamental, bem como em relação ao crescimento da economia.

Contudo, segundo a Fitch, os aumentos das dívidas pública e externa comportam “algum risco”, o que “implica a necessidade de uma gestão sólida dos projectos e um forte retorno dos mesmos em termos de crescimento”. (macauhub)

As previsões para 2010 apontam para um agravamento do défice orçamental para 12,7 por cento do Produto Interno Bruto, depois de 10,8 por cento do PIB em 2009, “traduzindo o crescimento do défice da balança comercial, em resultado do aumento significativo das importações de bens de capital”. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH