BAD concede empréstimo a Cabo Verde para projecto energético eólico em quatro ilhas

24 May 2010

Praia, Cabo Verde, 24 Mai – O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) aprovou um empréstimo de 15 milhões de euros a Cabo Verde para financiar um projecto de energia eólica em quatro ilhas do arquipélago – Santiago, São Vicente, Sal e Boavista, informou a instituição em comunicado.

O projecto, adianta o comunicado, será realizados pela Cabeólica, uma empresa mista formada pelo Estado de Cabo Verde, a Electra e a InfraCO, ficando aquelas quatro ilhas, após a conclusão dos trabalhos, com uma potência instalada de 28 megawatts.

O projecto consiste na construção, operação e manutenção dos quatro parques eólicos, que ficarão, depois, ligados à rede energética nacional. Cada parque terá várias torres com turbinas eólicas, transformadores de energia, subestações, um centro de comando e uma linha subterrânea de distribuição, bem como acessos rodoviários.

Cabo Verde, segundo vários especialistas internacionais, dispõe de enorme potencial para a obtenção de energias limpas e renováveis, como a solar e eólica, estendo em curso vários projectos para atingirem a meta de 50 por cento de produção a partir das energias alternativas até 2020.

Quando o projecto ficar concluído, prevê-se que ainda este ano, Cabo Verde terá atingido 25 por cento de penetração das energias renováveis na produção total.

Cabo Verde tem uma carteira activa junto do BAD de 64,65 milhões de euros, montante que se refere apenas às cinco operações em curso e em que cerca de 80 por cento dessa verba está atribuída à ajuda orçamental e o restante às infra-estruturas e aos sectores rural e social.

Desde 1977, o BAD aprovou 39 operações para Cabo Verde, num montante líquido aproximado de 164,28 milhões de UC (unidades de conta), o que equivale a cerca de 185 milhões de euros. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH