Japão ajudou Angola a recuperar porto do Namibe

25 May 2010

Namibe, Angola, 25 Mai – A cooperação entre o Japão e Angola permitiu a recuperação do porto do Namibe, um investimento avaliado em 24 milhões de dólares, disse segunda-feira no Namibe o director-geral do porto, Bento da Paixão.

Ao falar na cerimónia comemorativa do 53º aniversário daquela unidade portuária, segunda-feira assinalado, Bento da Paixão, citado pela agência noticiosa angolana Angop, disse ainda que foram já recuperados 120 metros de cais, dos 240 metros previstos bem como áreas adjacentes.

O director-geral disse que será necessário continuar a investir para que a recuperação atinja o limite de 874 metros do cais, com vista a transformar aquela unidade num porto de terceira geração, dotando-a de capacidade para concorrer com outros portos da região.

Além da extensão do cais, garantiu ser pretensão da direcção da empresa construir um terminal de contentores e um terminal de segunda linha, cujos projectos irão dinamizar o processamento de mercadorias.

Anunciou terem sido adquiridos, recentemente, cinco porta-contentores, uma empilhadora, onze torres de iluminação de 32 metros de altura, com doze projectores, num valor global estimado em cinco milhões de dólares, financiados pela própria empresa.

Disse que os indicadores ilustram que o Porto do Namibe tem tido uma evolução positiva, sustentável que se pode manter, embora no primeiro trimestre do ano em curso se tenha verificado uma redução de receitas na ordem de 25 porcento.

O porto do Namibe, o terceiro mais importante do país, depois de Luanda e Lobito, tem 870 metros de cais de acostagem e movimenta anualmente cerca de 200 mil toneladas mercadorias. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH