ONU concedeu a Moçambique mais de 250 milhões de dólares para projectos agrícolas

26 May 2010

Maputo, Moçambique, 26 Mai – Moçambique recebeu 250 milhões de dólares do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) para a execução de 10 projectos agrícolas, pesqueiros e de finanças rurais ao longo de 28 anos, disse terça-feira em Maputo o ministro das Pescas de Moçambique.

Equivalente a nove por cento do financiamento concedido a África, o apoio do FIDA, agência das Nações Unidas, a Moçambique representa também 1,7 por cento do total gasto pelo organismo a nível mundial.

As autoridades moçambicanas estão, desde segunda-feira, a discutir com o FIDA uma nova estratégia de execução do fundo no país, tendo o ministro Vítor Borges afirmado que o governo de Moçambique continuará a apostar nos sectores da agricultura e pescas, áreas em que o FIDA tem dado maior contribuição.

O plano quinquenal do governo de Maputo considera o sector da agricultura, que ocupa mais de metade dos cerca de 20 milhões de habitantes de Moçambique, como a base da economia do país.

Vítor Borges assegurou que nos próximos anos as autoridades moçambicanas irão apostar nestas duas áreas financiadas pela ONU visando “aumentar os actuais níveis de produtividade, que continuam muito inferiores devido à baixa utilização de máquinas agrícolas, insuficiente cobertura dos serviços de extensão e baixos níveis de alfabetização.”

O governante apontou ainda a pesca artesanal como um dos ramos a ser alvo de investimento, por ser a base de sustento de muitas famílias e sub-sector que contribui com 85 por cento do pescado consumido no país.

O seminário de avaliação da execução do FIDA junta quadros da agência das Nações Unidas, do governo moçambicano e do banco central de Moçambique. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH