Governo de São Tomé e Príncipe iniciou negociações com petrolífera Equator Exploration

1 June 2010

São Tomé, São Tomé e Príncipe, 1 Jun – O governo de São Tomé e Príncipe iniciou segunda-feira a primeira ronda de negociações com a Equator Exploration para a exploração e partilha da produção petrolífera em dois blocos da Zona Económica Exclusiva do arquipélago.

O ministro dos Recursos Naturais e meio Ambiente, Xavier Mendes, disse que a Equator Exploration, que já detém a participação nos blocos 2 da Zona Conjunta Nigéria/São Tomé e Príncipe, adquiriu os blocos 5 e 12 no âmbito do acordo de direito de preferência.

Xavier Mendes sublinhou que, apesar de a petrolífera não ter tido necessidade de participar no mais recente leilão realizado em Londres para operar nos blocos 5 e 12, a Equator Exploration “terá de se sujeitar a todos os outros passos” deste processo.

O governante são-tomense considerou esta decisão como um “passo importante para o país”, tendo em conta que advém do acordo assinado entre a petrolífera, a PGS [empresa norueguesa que presta assistência ao governo do arquipélago] e o governo são-tomense.

Uma fonte da Agência Nacional de Petróleo (ANP) disse à agência noticiosa portuguesa Lusa que as negociações que se iniciaram segunda-feira poderão durar entre “uma semana e três meses dependendo da flexibilidade das partes.”

A Equator Exploration é uma empresa nas Ilhas Virgens britânicas, centrando a sua actividade na prospecção petrolífera na África Ocidental. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH