Governo de Angola prepara exploração de ouro e diamantes na província da Huíla

9 June 2010

Lubango, Angola, 9 Jun – O secretário do Estado para a Geologia e Minas de Angola, Mankenda Ambroise, anunciou terça-feira, na cidade do Lubango, o início, a partir de Julho, dos trabalhos de prospecção de ouro na área de Limpopo, município da Jamba, província da Huíla.

No âmbito da sua visita de dois dias à Huíla, o secretário de Estado disse que o projecto já foi aprovado e tão logo as verbas sejam disponibilizadas dar-se-á início à prospecção, não só de ouro, mas também de ferro e manganês.

Makenda Ambroise disse ainda que se trata de uma acção enquadrada no projecto de exploração de ferro de Cassinga, razão pela qual o governo quer aproveitar extrair naquela localidade todos os recursos mineirais de que dispõe, por forma desenvolver à região.

O secretário adiantou que a prospecção já é um facto, mas a data de produção destes minérios ainda não foi definida, por isso o Ministério da Indústria e Geologia e Minas está ainda a realizar estudos de prospecção de minérios a nível dos municípios da Jamba, Quilengues, Chibia e Gambos.

“A Huíla é a segunda província mineira do país, fundamentalmente na produção de rochas ornamentais, por isso queremos que a lista dos recursos minerais aumente e que lidere a produção mineira no país, atendendo à dimensão territorial de que dispõe”, sublinhou o secretário.

Revelou que existem planos para exploração de outros minérios na província, nomeadamente diamantes, inertes e rochas ornamentais.

Informou que com a entrada em funcionamento das minas de exploração de ouro, ferro e manganês na Jamba, mais 50 mil empregos serão criados na província da Huíla.

O município da Jamba fica a 305 quilómetros a norte da cidade do Lubango e conta com uma população estimada em 126 mil habitantes. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH