Trabalhos de dragagem de emergência do porto da Beira, em Moçambique, iniciam-se em Julho

14 June 2010

Maputo, Moçambique, 14 Jun – Os trabalhos de dragagem de emergência do canal de acesso, cais e bacia de manobras do porto da Beira, na província de Sofala, zona central de Moçambique, iniciam-se em Julho, soube a macauhub em Maputo junto da Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM).

As obras vão incluir a construção de um aterro hidraúlico para o futuro terminal de carvão, prevendo-se que a operação seja concluída em Junho de 2011.

De acordo com a fonte, serão investidos nesta operação 43 milhões de euros, 23 milhões dos quais correspondem à participação do governo moçambicano através de um financiamento do Banco Europeu de Investimentos, 10 milhões de euros são fundos próprios da CFM e os restantes 10 milhões são um donativo dos Países Baixos em ajuda ao desenvolvimento.

A operação será levada a cabo pela Van Oord Dredging and Marine Contractors, dos Países Baixos.

Os trabalhos visam fundamentalmente preparar as acções tendentes ao início da operação da construção do novo terminal de carvão do porto da Beira, que substituirá o terminal de carvão existente num dos cais.

Este projecto, segundo a macauhub apurou em Maputo, é fundamental para a reposição do canal de acesso para os níveis originais de modo a permitir a recepção de navios da classe dos Panamax [até 60 mil toneladas brutas de arqueação (TBA)], podendo operar 24 horas por dia em condições de segurança.

Actualmente, devido aos constrangimentos de acesso ao canal, o porto da Beira só pode receber navios até cerca de 30 mil TBA e apenas no período diurno, causando constrangimentos à cadeia logística de operações potuárias.

Moçambique possui três postos estratégicos, Maputo, Beira (Sofala) e Nacala, na província de Nampula, norte de Moçambique. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH