FMI em mais uma missão técnica na Guiné-Bissau

17 June 2010

Bissau, Guiné-Bissau, 17 Jun – Uma missão do Fundo Monetário Internacional (FMI) vai estar na Guiné-Bissau entre hoje, quinta-feira, e o próximo dia 25 para contactos com as autoridades, anunciou quarta-feira em Bissau o Ministério das Finanças guineense.

Durante a sua estada em Bissau, o FMI vai realizar dois seminários destinados a membros do Governo, doadores, organizações não-governamentais, sector privado e sindicatos sobre o apoio ao programa económico do Governo e a iniciativa HIPC (sigla inglesa para os países pobres altamente endividados).

Em Maio, o FMI aprovou um apoio de 33,3 milhões de dólares ao programa económico do Governo da Guiné-Bissau para os próximos três anos, que, se tiver sucesso, significará um perdão de dívida.

A administração do FMI, reunida em Washington, aprovou ainda o pagamento de uma segunda fatia de ajuda, no valor de 1,5 milhões de dólares, ao abrigo do programa de apoio a países altamente endividados (HIPC).

A aprovação do programa de apoio, designado ECF, estava prevista para o início de Abril, mas foi adiada devido à desestabilização política registada naquela data em Bissau, com a detenção de alguns militares e políticos.

A dívida externa da Guiné-Bissau está calculada em mais de 1,5 mil milhões de dólares e desde 2001 que o país tem tentado, sem êxito, cumprir com os critérios para que possa beneficiar de um perdão. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH