Brasil acolhe investimento da China desde que as regras sejam respeitadas

7 July 2010

Xangai, China, 7 Jul – O Brasil acolhe qualquer forma de investimento chinês desde que as disposições legais em vigor no país sejam respeitadas, afirmou terça-feira em Xangai o ministro brasileiro da Energia, Márcio Zimmerman, citado pela agência Bloomberg.

As empresas chinesas têm estado a aumentar os seus investimentos nas indústrias petrolífera, mineira e siderúrgica do Brasil a fim de responder à crescente procura interna por matérias-primas.

O grupo Sinochem acordou em Maio passado pagar 10 mil milhões de dólares por 40 por cento do campo petrolífero Peregrino e, em troca de petróleo, a China acordou em emprestar 10 mil milhões de dólares à estatal petrolífera Petrobras, que precisa de financiamento para explorar as reservas petrolíferas na região chamada de pré-sal.

Terça-feira, Márcio Zimmerman disse que o Brasil já recebeu entre 6 mil milhões a 7 mil milhões do empréstimo em troca de petróleo de 10 mil milhões de dólares acordado em 2009.

O ministro da Energia adiantou estar o governo do Brasil à espera do relatório final da British Petroleum sobre o derrame no golfo do México para decidir se vai reforçar os regulamentos a aplicar às empresas estrangeiras relativos à prospecção e extracção de petróleo. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH