Clube de Paris reduz dívida da Guiné-Bissau

8 July 2010

Paris, França, 8 Jul – Os membros do Clube de Paris acordaram terça-feira com o governo da Guiné-Bissau um acordo de redução da dívida do país, de acordo com um comunicado da instituição que agrupa 19 países industrializados.

O comunicado adianta ter o acordo sido assinado “após a aprovação, em 7 de Maio passado, pelo Fundo Monetário Internacional de um novo acordo de três anos para a Facilidade de Crédito Alargada”.

Assim, e atendendo à capacidade limitada da Guiné-Bissau para proceder à amortização da sua dívida, os países credores aceitaram diferir para depois de 31 de Dezembro de 2012 o pagamento da dívida de curto prazo do país bem como uma porção significativa dos atrasados relativos a esses créditos.

“Estas medidas deverão reduzir em mais de 98 por cento o serviço da dívida (incluíndo os atrasados) da Guiné-Bissau para com os credores do Clube de Paris entre 1 de Janeiro de 2010 e 31 de Dezembro de 2012”, pode ainda ler-se no comunicado.

Participaram na reunião relativa à dívida da Guiné-Bissau, os governos da Bélgica, Dinamarca, França, Alemanha, Itália, Países Baixos, Federação Russa, Espanha e Reino Unido e ainda o Brasil, que é membro associado e não permanente do Clube de Paris. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH