Dez toneladas de pedras preciosas e semi-preciosas vão ser vendidas em hasta pública em Moçambique

8 July 2010

Maputo, Moçambique, 8 Jul – Dez toneladas de pedras preciosas e semi-preciosas, nomeadamente rubis, turmalinas e esmeraldas, apreendidas em Moçambique vão ser vendidas em hasta pública, na capital Maputo, informou quarta-feira o director executivo do Fundo de Fomento Mineiro.

Citado pelo diário Notícias, de Maputo, Abduremane Machon disse que as pedras, cuja venda será efectuada em lotes, foram apreendidas pela polícia e pelos fiscais das alfândegas e do Fundo de Fomento Mineiro em diversas locais do país quando iam ser contrabandeadas para o estrangeiro.

A exploração mineira em Moçambique tem vindo, nos últimos anos, a atrair operadores de diversos pontos do mundo, com destaque para pessoas oriundas dos Grandes Lagos, algumas das quais se dedicam, em associação com nacionais, à extracção e tráfico ilegal de recursos naturais.

Abduremane Machon adiantou que o primeiro lote será constituído por espécies de rubis, nomeadamente gemas, semigemas, cabuchão e corundo, totalizando mais de 8,7 toneladas.

O segundo será composto por turmalinas gema e turmalina diversa com 498,4 quilogramas, o terceiro integrará granadas (rodolite, espartite e hessonite) com 359,2 quilogramas, o quarto será de quartzo róseo, com 232,50 quilos, o quinto será de esmeraldas, com 321,8 quilogramas e o último lote será constituído por água-marinha e berilo com 66 quilos.

De acordo com as informações avançadas, pessoas ou instituições interessadas poderão apresentar as suas propostas em carta fechada, estando a sua abertura prevista para 29 de Julho.

O Fundo de Fomento Mineiro é uma instituição pública de apoio e assistência financeira a acções que visem o incremento da exploração mineira de pequena escala e artesanal e do aproveitamento e valorização dos respectivos produtos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH