Dragagem do porto da Beira, Moçambique, começa no final do mês

9 July 2010

Maputo, Moçambique, 9 Jul – A primeira fase das obras de dragagem do canal de acesso do porto da Beira terá início no final do mês, informou em Inhassoro, província de Inhambane, o director-executivo da Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (Cfm).

No âmbito dos trabalhos do Conselho Coordenador do Ministério dos Transportes e Comunicações, Adelino Mesquita adiantou que as obras, consideradas de emergência e orçamentadas em 43 milhões de euros, terão uma duração de 18 meses e serão executadas pela Van Oord Dregding, a empresa holandesa que venceu o concurso internacional.

De acordo com Adelino Mesquita, depois de dez anos de procura de recursos para a execução do projecto, o governo, a Cfm e o Banco Europeu de Investimento reuniram os recursos financeiros necessários para avançar com o projecto, que compreenderá duas fases, sendo a primeira considerada de emergência.

A segunda fase, que vai comportar obras definitivas, irá durar cerca de 24 meses e será conjuntamente financiada pelo governo, pela Cfm e pela Agência de Desenvolvimento Internacional da Dinamarca (Danida).

Mesquita disse que actualmente, devido ao assoreamento do canal, o porto da Beira vê-se na contingência de só poder receber navios transportando cerca da metade da capacidade instalada, que é de 60 mil toneladas.

As outras implicações, para além da redução da carga, prendem-se com os constantes atrasos que se verificam no despacho de navios, a falta da navegação nocturna, bem como as altas taxas de fretes que são aplicadas aos importadores e exportadores, o que determina a fraca utilização do porto. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH