Governo de Moçambique vai criar rede de parques e zonas industriais

9 July 2010

Chimoio, Moçambique, 9 Jul – O governo de Moçambique vai dar início este ano a um projecto de criação de parques e zonas industriais a fim de estabelecer as condições para o relançamento da indústria no país, anunciou em Chimoio o ministro da Indústria e Comércio.

Na abertura do VIII Conselho Coordenador do ministério que decorre até hoje, sexta-feira em Cafumpe, distrito de Gondola, em Manica, sob o lema “nova abordagem para o relançamento da indústria”, o ministro António Fernando disse que a criação de parques e zonas industriais pretende igualmente evitar a edificação desordenada de projectos industriais e a coabitação entre estes e as zonas residenciais.

Nas referidas zonas e parques industriais, de acordo com António Fernando, o governo moçambicano vai garantir o fornecimento dos serviços básicos, nomeadamente água, energia e estradas, factores que considerou indispensáveis e impulsionadores de novas iniciativas de empreendedorismo industrial.

Os primeiros passos com vista à execução desta iniciativa, já foram dados, tendo o ministro adiantado que foram já criados dois parques-piloto nas províncias de Sofala e Tete, concretamente nas cidades de Dondo e Tete, decorrendo actualmente o processo de identificação de novas zonas ao nível das diferentes capitais provinciais e distritais, onde tal se justifique.

Para António Fernando, a revitalização da capacidade produtiva industrial é condição “sine qua non” para que o país alcance o almejado desenvolvimento económico e social, o que implica, necessariamente, o estabelecimento de zonas e parques industriais. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH