Governador da província de Nampula, Moçambique, apela ao investimento da China

12 July 2010

Maputo, Moçambique, 12 Jul – O governador da província de Nampula, Moçambique, manifestou ao vice-ministro chinês do Comércio, Chen Jiang, o interesse de que empresários chineses invistam no sector agro-industrial na província, de acordo com o jornal Notícias, de Maputo.

“Convidamos os empresários chineses a interessarem-se pela agro-indústria. Trata-se de um ramo de negócio que tem possibilidade de prosperar,”, disse o governador Felismino Tocoli, no decurso do encontro com uma missão chinesa, de que faziam parte cerca de duas dezenas de empresários dos sectores de agricultura, recursos minerais e indústria, para explicar as potencialidades económicas da província de Nampula.

O Notícias adianta que apesar de terem sido informados de que a província de Nampula tem potencialidades nos sectores do caju, madeira, mineiro e outros, os empresários chineses não se mostraram interessados em investir, tendo o vice-ministro manifestado apenas o interesse de ver o potencial económico da província exposto na feira internacional de investimentos da China, que se realiza todos os Setembros.

Para além da capital provincial, onde igualmente mantiveram um encontro de cortesia com o primeiro-ministro moçambicano, Aires Ali, de visita a Nampula, a missão chinesa teve oportunidade de se deslocar ao porto de Nacala.

No porto, os membros da missão foram informados de que a maior parte da madeira explorada por empresas chinesas na região norte de Moçambique e que tem a Ásia como mercado tradicional passa por Nacala, representando 45 por cento do volume total de carga contentorizada manuseada naquele porto, que é de 75 mil TEU/ano. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH