Cabo Verde e China reforçam cooperação económica e empresarial

15 July 2010

Praia, Cabo Verde, 15 Jul – Cabo Verde e a China assinaram quarta-feira um conjunto de acordos de âmbito económico-empresarial, no decurso da primeira reunião da Comissão Mista de Cooperação Económica, Comercial e Técnica, que decorre desde segunda-feira em Pequim.

De acordo com um comunicado do Ministério dos Negócios Estrangeiros cabo-verdiano, quarta-feira divulgado na Praia, o chefe da diplomacia de Cabo Verde, José Brito, encontra-se na capital chinesa desde segunda-feira em visita de trabalho, a convite do ministro do Comércio chinês, Fu Ziying, que co-presidiram à reunião.

Além do financiamento de projectos em várias áreas, um importante objectivo subjacente nesse quadro de relacionamento bilateral visa fazer de Cabo Verde, sobretudo do Porto Grande (Mindelo, São Vicente), uma “zona de desenvolvimento de pesca e/ou de cooperação económica da China na região da África Ocidental”.

A China já manifestou, em outras ocasiões, abertura política para analisar com Cabo Verde a possibilidade de utilizar as instalações do maior porto do arquipélago pela sua frota pesqueira no Atlântico e como entreposto para atingir outros países da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO).

Em Setembro de 2009, o governo cabo-verdiano anunciou a apresentação de um conjunto de projectos orçados em 240 milhões de dólares, bem como a doação, pela China, de 7,5 milhões de dólares a serem investidos em sectores a definir pelos executivos cabo-verdiano e chinês.

A China tem sido um dos importantes parceiros de Cabo Verde e tem em curso uma série de projectos em diferentes domínios, com destaque para as áreas sociais e de luta contra a pobreza – maternidade e centro de consultas e enfermaria do Hospital Agostinho Neto, escolas rurais e barragem do Poilão, prevendo-se o apoio de Pequim para a construção, de raiz, do Estádio Nacional. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH