Feira Internacional de Luanda divulga e promove Angola

21 July 2010

Luanda, Angola, 21 Jul – A Feira Internacional de Luanda (Filda) serve para divulgar e promover Angola, sua indústria, produtos e serviços e permitir a obtenção de soluções económicas com base em parcerias internacionais, disse terça-feira em Luanda o presidente da entidade organizadora do certame.

Matos Cardoso, presidente da Feira Internacional de Luanda, empresa pública que promove a realização e feiras comerciais, disse ainda que o potencial agro-industrial de Angola permitirá o desenvolvimento de uma indústria transformadora capaz de atender à procura interna e fornecer ao mercado internacional o excedente da sua produção.

Citado pela agência noticiosa angolana Angop, Matos Cardoso ter sido nessa óptica que foi escolhido para lema da edição deste ano da Filda, a maior “bolsa de negócios de Angola, a “Indústria transformadora factor imprescindível para o equilíbrio macroeconómico de Angola.

Na edição deste ano, Portugal é o país convidado especial, uma qualidade que é atribuída anualmente a um determinado nação, dos mais de 30 países que participam no evento e que são representados por cerca de 700 expositores.

Participam na Filda, além de Angola, empresas da Áustria, Argentina, Brasil, China, Cuba, República Checa, EUA, Espanha, Emirados Árabes Unidos (Dubai), França, Inglaterra, Israel, Japão, Malásia, Noruega, Paquistão, Polónia, Portugal, Suécia, Tailândia, Turquia, África do Sul, Ghana e Uruguai.

A maior representação empresarial nesta Filda é a de Portugal com 107 empresas, mais quatro em relação a 2009, surgindo depois o Brasil com 40, Alemanha com 27 e Espanha com 24 empresas.

A Filda é uma feira de negócios que junta anualmente, desde 1983, empreendedores nacionais e estrangeiros para expor produtos e serviços, assim como estabelecer contactos para negócios. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH