Moçambique poderá exportar 110 milhões de toneladas de carvão em 2020

21 July 2010

Maputo, Moçambique, 21 Jul – Moçambique poderá atingir uma produção anual de 110 milhões de toneladas de carvão até 2020 necessitando para isso de resolver os problemas a nível logístico, disse terça-feira em Maputo o presidente da Associação Moçambicana para o Desenvolvimento do Carvão Mineral.

Casimiro Francisco, que falava numa conferência internacional sobre o carvão de Moçambique, na capital Maputo, disse que o país pode mesmo chegar a produzir 160 milhões de toneladas de carvão por ano, contra uma capacidade actual estimada em 55 milhões de toneladas.

Dizendo que Moçambique dispõe de reservas carboníferas estimadas em 23 mil milhões de toneladas, Casimiro Francisco chamou a atenção para o problema da falta de mão-de-obra qualificada e, fundamentalmente, para os problemas a nível logístico, isto é, como transportar o carvão desde o local onde é extraído até aos portos para exportação.

O governo de Moçambique prevê ainda a possibilidade de expandir a capacidade do porto da Beira, província de Sofala, centro, além do escoamento de carvão através do rio Zambeze, em Tete, hipótese que está a ser estudada pela empresa australiana Riversdale Mining, responsável pelo projecto de exploração de Benga, naquela província.

Moçambique é considerado como podendo ser um dos países com maiores reservas de carvão a nível mundial. Existem diversas bacias carboníferas identificadas em diferentes áreas do país, nas províncias de Tete, Niassa, Cabo Delgado e Manica, algumas delas presentemente a ser avaliadas através de trabalhos de pesquisa no âmbito de mais de 100 títulos mineiros atribuídos a várias pessoas singulares e colectivas.

Na bacia de carvão de Moatize, a mais conhecida de entre as diversas bacias de carvão existentes no país, foram realizados no passado diversos trabalhos de pesquisa geológica estando as reservas avaliadas em vários milhares de milhões de toneladas.

Em 2007 e 2009 foram assinados dois contratos mineiros, com a Vale Moçambique e Riversdale Mining para Moatize e Benga respectivamente, que em conjunto contemplam a produção e exportação anual de cerca de vinte milhões de toneladas de carvão, devendo o início da exportação ter lugar em Julho de 2011. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH