Projecto luso-angolano vai dar formação financeira a cidadãos de Angola

22 July 2010

Luanda, Angola, 22 Jul – Cerca de 10 mil cidadãos angolanos irão receber formação em finanças, banca e seguros até 2015 ao abrigo de um projecto luso-angolano quarta-feira lançado em Luanda, de acordo com o presidente do banco português Millenium bcp, Carlos Santos Ferreira.

Denominado Academia Millenium Atlântico, este projecto junta a Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) e os Bancos Millennium Angola e Privado Atlântico e visa elevar os níveis de conhecimento, através de formação específica e especializada, para responder às necessidades do sistema financeiro angolano.

Para a concretização deste projecto, que tem um custo estimado em 12 milhões de dólares a ser repartido pelas três instituições, estão a ser erguidos em Luanda (na área do Luanda Sul) um total de seis edifícios, cujas obras deverão ficar concluídas dentro de dois a três anos.

Carlos Santos Ferreira afirmou que os edifícios, além de servirem para prestação de outros serviços, constituirão as instalações definitivas da Academia que contará com um anfiteatro, salas equipadas com a mais recente tecnologia de ensino, laboratórios e biblioteca.

Enquanto os edifícios estão em construção, os cursos de formação serão ministrados em instalações provisórias devendo este ano ser formadas 510 pessoas, número que deverá aumentar para mais de 1800 já em 2011. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH