Empresas brasileiras com negócios de 50 milhões de dólares na Filda de Angola

27 July 2010

Luanda, Angola, 27 Jul – As 40 empresas brasileiras que participaram na Feira Internacional de Luanda 2010 efectuaram negócios estimados em 50 milhões de dólares, contra 30 milhões de dólares na edição de 2009, informou segunda-feira em Luanda a Apex-Brasil.

Em comunicado, a agência brasileira de promoção de exportação e investimentos informou ainda que o pavilhão do Brasil na Filda 2010, que decorreu de 20 a 25 de Julho corrente, recebeu pelo menos 20 mil visitantes e foi o segundo maior do certame, a seguir ao de Portugal.

“A Filda é a maior feira multisectorial de Angola e este ano teve a presença de mais de 30 países. O Brasil participa desde 2003, sob a organização da Apex-Brasil e já tem participação confirmada para a próxima edição da feira, em 2011”, pode ler-se no documento.

De acordo a nota, Angola é o principal parceiro comercial do Brasil na África, tendo o comércio entre os dois países crescido 188 por cento entre 2005 e 2009, passando de 520 milhões de dólares para 1,5 mil milhões de dólares.

O comunicado da Apex-Brasil, a que o Angolahub teve acesso, sublinha que em 2009, as exportações brasileiras para Angola ascenderam a 1300 milhões de dólares, resultantes da exportação sobretudo de veículos, máquinas e equipamentos, carnes e móveis, tendo o Brasil importado de Angola derivados de petróleo.

O comunicado recorda que, até ao final do ano, a Apex-Brasil vai abrir um Centro de Negócios em Luanda, para fomentar os negócios entre empresários brasileiros e angolanos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH