Riversdale Mining está a negociar venda de energia a ser produzida em Benga, Moçambique

27 July 2010

Maputo, Moçambique, 27 Jul – O projecto de construção de uma central termoeléctrica associada à exploração de carvão mineral em Benga, província de Tete, entrou na fase de negociação com potenciais consumidores de energia, de acordo com o diário Notícias, de Maputo.

Citando uma fonte da empresa australiana Riversdale Mining, o jornal adianta que as negociações estão bastante avançadas, prevendo-se que fiquem concluídas o mais tardar até Outubro próximo.

A empresa australiana, concessionária das minas de Benga, diz ter concluído os estudos que confirmam a viabilidade económica e ambiental do projecto da central térmica, cujo valor inicial está orçado em 1,3 milhões de dólares.

Os dados avançados pela fonte indicam que, numa primeira fase, a central térmica de Benga deverá produzir 500 mw de energia usando como matéria-prima cerca de 1,3 milhões de toneladas de carvão, devendo aumentar a capacidade até 2014, quando a mesma estiver a funcionar em pleno.

As negociações com os futuros consumidores de energia de Benga arrancaram depois que a companhia australiana recebeu, no ano passado, o aval do governo de Moçambique para iniciar a busca de parceiros para a execução do projecto de instalação da central que deverá assegurar o aproveitamento do carvão mineral não-exportável.

Fonte governamental moçambicana disse ao jornal que a entrada em funcionamento da central de Benga vai contribuir para o aumento da produção de energia eléctrica no país, o que exigirá um maior empenho do Executivo na busca de investidores que queiram desenvolver indústrias cujo funcionamento dependa de energia. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH