Angola vai ter mais seis novas fábricas de cimento até 2013

29 July 2010

Lobitos, Angola, 29 Jul – Seis fábricas de cimento poderão ser construídas nos próximos três anos em Angola com vista a aumentar a oferta do produto no mercado, disse quarta-feira, no Lobito, província de Benguela, o director nacional dos materiais de construção, Manuel Victor.

“As unidades fabris de cimento serão erguidas nas províncias do Bengo, Benguela e Luanda” disse à Angop o mesmo responsável.

Com a construção das seis novas fábricas Angola dará resposta ao consumo interno de cimento e poderá exportar para países vizinhos, com qualidade e a baixo preço.

Manuel Victor falava à margem do lançamento da primeira pedra para a construção da fábrica de cimento “Palanca Cimentos”, a localizar-se na comuna da Hanha do Norte, município do Lobito.

O projecto “Palanca Cimentos”, avaliado em 430 milhões de dólares norte-americanos, é um consórcio constituído pelo Grupo Gema (angolano), com 40 porcento de participação, Escom (portuguesa), com 30 porcento e Camargo Correa (brasileira), com 30 porcento.

As obras para construção da unidade fabril arrancam no próximo mês de Novembro e terão a duração de 36 meses, escreve hoje a agência Angolahub.

Quando entrar em actividade, a fábrica começará com uma produção de 1,2 milhões de toneladas/ano, capacidade que poderá ser aumentada para 1,6 milhões quando estiver a funcionar em pleno.

Pelo menos 550 postos de trabalho directos poderão ser criados quando a fábrica entrar em funcionamento.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH