Companhia área Timor-Leste Airlines quer estar a voar em 2011

29 July 2010

Díli,Timor-Leste, 29 Jul – A companhia aérea Timor-Leste Airlines” (TLA) poderá iniciar a sua actividade no segundo semestre de 2011 com cinco aviões brasileiros “Embraer 190” e voos regionais de Díli para as principais cidades australianas e indonésias e para outras cidades da Ásia, nomeadamente Singapura e Manila.

Segundo Vasco Carrascalão da Silva, que juntamente com o luso moçambicano Mário Gonçalves, ambos radicados na Austrália, são os responsáveis pela TLA “o projecto aguarda apenas a aprovação do governo timorense”.

“Temos negociações bastante adiantadas mas não posso neste momento revelar pormenores. A companhia só se pode concretizar com a participação do Estado timorense. E enquanto não houver uma aprovação formal, por parte do governo de Timor-Leste, não podemos adiantar mais sobre o projecto”, disse quarta-feira à Lusa – agência d enotícias de Portugal,Vasco Carrascalão.

Segundo explicou o empresário, a futura companhia timorense deverá ter capital misto, público e privado timorense, aberto à participação de investidores estrangeiros.

“Houve empresas de outros países convidadas, mas, em princípio, além de timorenses, só empresas portuguesas irão participar no capital”, adiantou.

“Foi convidada mais do que uma empresa portuguesa e uma delas está a trabalhar connosco no desenvolvimento do projecto, mas é possível que venham a participar mais empresas portuguesas”, adiantou.

“A ideia é que seja uma companhia de bandeira nacional “full service” e não uma “low cost”, disse Vasco Carrascalão.

A Lusa adianta que decorrem contactos em Lisboa com o presidente da EuroAtlantic Airways (EAA), Tomaz Metello, ligada ao grupo Pestana, para participar no projecto.

Vasco Carrascalão revelou que a TLA vai adquirir dois aparelhos pequenos, de fabrico australiano.

“Nós pretendemos relançar todas as pistas existentes no tempo em que Timor-Leste estava sob administração portuguesa e que são oito, incluindo Ataúro”, disse.

Vasco Carrascalão considerou ainda que o acordo aeronáutico assinado esta semana entre Timor-Leste e a Indonésia abre caminho para a criação da companhia aérea timorense.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH