Toyota quer investir mil milhões de dólares em fábrica de adubos em Angola

30 July 2010

Luanda, Angola, 30 Jul – O director executivo da Toyota Corporation, Takeshi Matsushita anunciou, em Luanda, que a Toyota tem projectada a construção de uma fábrica de adubos em Angola, avaliada em mais de mil milhões de dólares e a importação de gás natural para comercializar no mercado japonês e europeu, segundo escreve a Lusa, Agência de Notícias de Portugal.

O responsável da Toyota integra uma missão japonesa liderada pelo Banco do Japão para a Cooperação Internacional (JBIC) que se encontra em Luanda para estudar a possibilidade de empresas nipónicas investirem em Angola.

Takeshi Matsushita disse ainda que para concretizar os investimentos a Toyota conta com o apoio do JBIC considerado um dos maiores bancos de cooperação ao nível mundial.

Fumio Hoshi, director do JBIC, que lidera a missão japonesa referiu, entretanto que a conclusão do Acordo de Promoção e Protecção Recíproca de Investimentos entre Angola e o Japão, em negociação desde Novembro de 2009, vai impulsionar a participação de companhias nipónicas no crescimento económico de Angola.

Segundo Fumio Hoshi a reabilitação da fábrica têxtil Textang II e a participação de empresas japonesas em projectos agrícolas e de telecomunicações estão na agenda de contactos com as autoridades angolanas.

Fumio Hoshi disse que o Banco do Japão para a Cooperação Internacional aprovou uma estratégia de financiamento a empresas japonesas em África, com montantes não inferiores a 2,5 milhões de dólares e Angola está nas prioridades de negócios do banco.

Segundo escreve hoje a agência de notícias Angolahub a delegação integra 21 representantes de empresas como a Toyota, Sumitomo Corporation, Mitsubishi, Toyo Engineering Corporation, Sojitz Corporation, Marubeni Corporation e Itochu Corporation.

Angola e o Japão estabeleceram relações diplomáticas em 1976 e cooperam nos sectores dos transportes, das obras públicas, da saúde, da desminagem e da reinserção social.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH