Banco Millenium Angola saúda desconcentração do pagamento de salários dos funcionários públicos

17 August 2010

Luanda, Angola, 17 Ago – A decisão do governo de Angola de permitir o pagamento dos salários dos funcionários públicos através de qualquer banco comercial foi saudada pelo Banco Millenium Angola, de acordo com a agência noticiosa angolana Angop.

Em declarações à agência, o administrador António Magalhães afirmou que a decisão vai ajudar a melhorar os serviços do Banco de Poupança e Crédito, único banco que ainda hoje é a única entidade bancária a proceder ao processamento dos salários dos funcionários públicos.

António Magalhães acrescentou ser uma medida adoptada pela maioria dos países desenvolvidos ou em via de desenvolvimento e com uma economia de mercado, porque ajuda a reduzir a sobrecarga nos bancos públicos e obriga, por outro lado, os bancos privados comerciais a organizarem-se melhor, para uma concorrência leal.

O administrador adiantou que, em consequência dessa medida, o Banco Millennium Angola vai expandir a sua rede bancária e recrutar e formar técnicos, através de uma academia recém-criada para o efeito.

“Por esse motivo, pretendemos abrir dez novas agências até ao final do ano em quatro províncias do país, para elevar a 40 o número de balcões, e proporcionar empregos directos a pelo menos 50 pessoas para fechar o ano com 700 colaboradores”, disse o administrador executivo da instituição.

A medida de desconcentração dos salários da função pública foi anunciada em Julho passado por deputados da 5ª comissão de economia e finanças da Assembleia Nacional e deve entrar em vigor em Outubro, para aliviar o Banco de Poupança e Crédito, banco que processa actualmente os salários dos funcionários públicos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH