China isentou de direitos alfandegários produtos originários de Timor-Leste

20 August 2010

Díli, Timor-Leste, 20 Ago – O governo da China decidiu isentar de quaisquer taxas aduaneiras os produtos das empresas que se fixem em Timor-Leste, anunciou quinta-feira em Díli o conselheiro económico e comercial da embaixada da China em Timor-Leste, Yang Donghui.

No decurso de um encontro que serviu para apresentar a zona de comércio livre criada em Janeiro pela China com a Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), a que Timor-Leste pretende aderir, Yang Donghui adiantou que o objectivo da abertura do mercado chinês é apoiar o desenvolvimento da economia timorense.

“A fim de promover o desenvolvimento económico de Timor-Leste e reforçar as relações económicas e comerciais entre a China e Timor-Leste, o governo chinês comprometeu-se a dar tratamento tarifário zero a 95 por cento dos produtos originários de Timor-Leste, conforme troca de cartas assinadas pelos dois governos em Abril”, declarou Yang Donghui.

De acordo com o conselheiro económico e comercial chinês, “da parte da China tudo está pronto para que, na primeira fase, 60 por cento dos produtos que figuram no acordo possam desfrutar da ‘tarifa zero’, o que abrange 4762 tipos de bens, tais como aves e outros animais, produtos aquáticos, produtos primários agrícolas, madeiras e mobiliário, máquinas, têxteis, minerais e muitos outros artigos”.

Yang Donghui disse ainda que, com o tratamento pautal zero, a China está a dar um forte contributo ao desenvolvimento timorense, tornando Timor-Leste um país mais competitivo e capaz de atrair investimento estrangeiro. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH