Norueguesa DNO vai efectuar furo de pesquisa de hidrocarbonetos em Moçambique

23 August 2010

Maputo, Moçambique, 23 Ago – A empresa norueguesa DNO vai efectuar um furo de pesquisa de hidrocarbonetos no bloco de Inhaminga, na bacia sedimentar de Moçambique, informou o diário Notícias, de Maputo.

O jornal adianta que a empresa está a desenvolver contactos no sentido de proceder à contratação da plataforma necessária para os trabalhos de perfuração que, em princípio, deverão iniciar-se em Outubro.

Presente em Moçambique desde 2003, a DNO já levou a cabo várias actividades de pesquisa de hidrocarbonetos no bloco de Inhaminga, incluindo a aquisição sísmica 2D, levantamento de dados aeromagnéticos e amostragem geoquímica no interior dos distritos de Dondo e Muanza, em Sofala.

O bloco de Inhaminga, com características peculiares para a ocorrência de hidrocarbonetos, sobretudo de gás natural, abrange os distritos de Cheringoma, Caia, Gorongosa e Marínguè, todos na província de Sofala.

Moçambique tornou-se referência mundial na produção de hidrocarbonetos quando em meados de 2006 iniciou a exportação de gás natural a partir dos campos Pande e Temane, concessionadas à multinacional sul-africana Sasol, na província de Inhambane.

Na semana passada, a Anadarko Petroleum, uma companhia norte-americana com sede no Texas, anunciou ter descoberto a presença de petróleo num bloco da bacia do Rovuma.

Para além da Anadarko, existem mais três empresas a fazerem pesquisas e prospecção de hidrocarbonetos na bacia do Rovuma, a ENI da Itália, Petronas da Malásia e a Statoil da Noruega. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH