Amarelecimento dos coqueiros afecta 110 mil hectares na Zambézia, Moçambique

3 September 2010

Maputo, Moçambique, 3 Set – A doença do amarelecimento letal dos coqueiros na Zambézia está a afectar a sobrevivência dos residentes em alguns distritos da província, noticiou o jornal O País.

Citando dados das autoridades agrícolas da Zambézia, o jornal adianta que uma área de 110 mil hectares de coqueiros está afectada por aquela doença, com um nível de infestação a atingir entre 22 e 28 por cento da área total.

O jornal acrescenta terem sido abatidos mais de 70 mil coqueiros afectados pela doença e substituídos por mais de 100 mil mudas.

De acordo com Luís Tomo, do governo provincial da Zambézia, os novos coqueiros parecem ser resistentes à doença, muito particularmente a variedade que foi importada da Costa do Marfim.

No ano passado, o Millennium Challenge Account (MCA) Moçambique, o mais importante programa de ajuda do governo federal dos Estados Unidos da América, atribuiu 17,4 milhões de dólares para combater aquela doença ao longo de cinco anos.

O jornal acrescenta que 15 por cento da população da Zambézia depende dos coqueiros para a sua subsistência. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH