Empresários hoteleiros em Tete, Moçambique, estão a investir em novos empreendimentos

14 September 2010

Maputo, Moçambique, 14 Set – O director do Turismo da província do Niassa, Moçambique, afirmou ao jornal Notícias, de Maputo, terem sido investidos 4 milhões de meticais no primeiro semestre em projectos de arquitectura para cinco unidades hoteleiras.

Destinados a crise de hospedagem resultante da falta de unidades hoteleiras, Rafael Funzano disse que três dos projectos são novos, um é de remodelação e um outro de ampliação de instalações já existentes, sendo que todos estão situados na cidade de Tete e no município da Vila Ulónguè, no distrito nortenho de Angónia.

Actualmente, a província de Tete conta com apenas 37 estabelecimentos de alojamento turístico, com 564 quartos e 895 camas, contra uma média mensal de visitas que ronda 5740 pessoas, estando em construção na cidade de Tete e nos distritos de Angónia, Cahora-Bassa e Moatize alguns estabelecimentos hoteleiros.

Rafael Funzano referiu que estão numa fase adiantada na cidade de Tete as obras de construção do Hotel Panorama, de 3 estrelas, com 160 quartos, e Hotel VIP, de 4 estrelas com 112 quartos, que vão contribuir nos próximos tempos para minimizar a crise de hospedagem nesta região do país.

Rafael Funzano disse que o governo da província, aproveitando as potencialidades socioeconómicas de Tete, está a organizar um pacote de incentivos para atrair mais investimentos na área do Turismo. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH