Banco Mundial vai financiar abastecimento de energia eléctrica e de água na capital da Guiné-Bissau

16 September 2010

Bissau, Guiné-Bissau, 16 Set – O Banco Mundial atribuiu um financiamento de 12,7 milhões de dólares à Guiné-Bissau para a recuperação dos sistemas de abastecimento de água e de energia eléctrica de Bissau, nos termos de um acordo quarta-feira assinado na capital do país.

A ministra da Economia da Guiné-Bissau, Helena Embalo, que assinou o documento, precisou que os fundos serão utilizados no aumento da capacidade de produção de energia eléctrica em mais cinco mega watts, da capacidade e melhoria do abastecimento de água potável e no apoio à reestruturação dos serviços de abastecimento de electricidade e água.

Dados do mais recente Recenseamento Geral da População e Habitação da Guiné-Bissau, realizado em 2009, indicam que das 176 500 habitações recenseadas apenas cerca de 7500 dispõem de água canalizada.

A taxa de electrificação do país é extremamente baixa, situando-se em cerca de 17 por cento.

O governo guineense assinou também uma convenção de financiamento com a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental e com a União Económica Monetária dos Estados da África Ocidental no valor de 10 milhões de dólares para a compra de combustível e lubrificantes, com o objectivo de assegurar o fornecimento ininterrupto de luz e água a Bissau.

Paralelamente, a União Europeia contribuiu com 23 milhões de euros para distribuição de energia a outras localidades próximas de Bissau, através da recuperação da rede de transporte.

A ONU está, por seu lado, a financiar um projecto para iluminação das vias urbanas, que irá assegurar luz nas principais artérias da capital guineense através de energia solar. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH