Chinesa Chery vai ter centro de pesquisas automóvel no Brasil

6 October 2010

São Paulo, Brasil, 6 Out – A empresa chinesa Chery, que vai construir uma fábrica de montagem de automóveis no Brasil, anunciou pretender dispor de um centro de pesquisas no país e iniciar a comercialização de carrinhas comerciais, de acordo com o presidente da Chery no Brasil.

Em declarações à agência Reuters, Luís Curi, na sede da empresa na cidade de Salto, a 100 quilómetros de São Paulo, disse que a primeira empresa chinesa na indústria automóvel a instalar uma fábrica no Brasil quer ter 3 por cento das vendas de veículos no mercado interno até finais de 2013, ampliando em até quatro vezes a rede actual de 50 lojas para todos os Estados do país.

Segundo ele, 3 por cento é uma meta “bastante expressiva”, dado que 80 por cento do mercado brasileiro é dominado pelas tradicionais Fiat, Volkswagen, General Motors e Ford, sobrando 20 por cento para mais de uma dezena de marcas.

Na lista da associação de distribuidores de veículos, Fenabrave, a Chery ocupa no acumulado de Janeiro a Setembro a 18ª posição em vendas, com 0,15 por cento de participação, sendo que na faixa dos 3 por cento estão as japonesas Honda e Toyota e a sul-coreana Hyundai.

A previsão da Chery é vender 10 mil veículos no Brasil em 2010 e 30 mil em 2011, todos importados, já que a fábrica que será instalada em Jacareí deve começar a produzir no final de 2013, a um ritmo de 50 mil unidades anuais.

Afirmando que a marca chegou ao Brasil para “assentar raízes na América do Sul”, Curi adiantou que a Chery vai abrir um centro de pesquisa no Brasil entre 2012 e 2013 que poderá abrigar pelo menos 100 engenheiros.

O centro vai desenvolver veículos voltados para o público sul-americano e ajudar nos estudos sobre uma eventual produção de motores no Brasil, antecipando Curi que o investimento necessário oscilará entre 50 milhões e 70 milhões de dólares. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH