Moçambique está receptivo à construção de um oleoduto ligando o porto da Beira e o Malawi

11 October 2010

Maputo, Moçambique, 11 Out – Moçambique está receptivo à iniciativa do Malawi de construir um oleoduto ligando o porto da Beira e o distrito de Nsanje, no extremo sul daquele país, disse ao Notícias, de Maputo, o ministro da Energia de Moçambique.

Salvador Namburete disse ainda existir total abertura de Moçambique para que aquela iniciativa venha a concretizar-se mas acrescentou que até à data o governo ainda não tinha recebido qualquer comunicação oficial sobre o assunto.

O ministro comentava a notícia divulgada no Malawi dando conta do lançamento pelo governo deste país de um concurso público internacional para a construção de um oleoduto ligando o porto da Beira e o distrito de Nsanje, um projecto estimado em 140 milhões de dólares visando garantir o abastecimento regular de produtos petrolíferos ao Malawi, nomeadamente gasóleo, gasolina e petróleo de iluminação.

“Nós já temos a partir do porto da Beira um oleoduto que abastece de combustível o Zimbabué e, portanto, não seria nada mau que se fizesse outro para abastecer o Malawi, até porque este país também é membro da SADC e, no espírito da integração regional, uma das coisas que queremos é facilitar o comércio entre os países”, indicou Namburete.

Actualmente o abastecimento de combustíveis ao Malawi é feito através de camiões a partir dos portos da Beira e de Nacala, bem como de Dar-es-Salam, na Tanzânia, indicando os dados disponíveis que o Malawi importa 93 por cento das suas necessidades em produtos petrolíferos através dos portos moçambicanos da Beira e Nacala. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH