Acidente na mina de Moma, Moçambique, vai causar um prejuízo de 15 milhões de dólares à Kenmare Resources

15 October 2010

Maputo, Moçambique, 15 Out – A paralisação por um mês da actividade mineira no projecto de areias pesadas de Moma, província de Nampula, vai causar um prejuízo de 15 milhões de dólares, afirmou o director executivo da Kenmare Resources, Michael Carvill.

Em declarações ao diário estatal Notícias, de Maputo, Carvill admitiu que os prejuízos para a empresa podem mesmo superar aquela previsão, uma vez que não se sabe ainda se a empresa sul-africana que vai fornecer maquinaria pesada para a construção de uma barreira o poderá fazer até à próxima semana.

O bairro de Topuito foi há dias atingido por lamas provenientes da zona de mineração, indo a maquinaria encomendada servir para proceder à remoção das grandes quantidades de terra depositadas no local, visando a reposição da normalidade.

Dizendo que não faz sentido proceder à deslocação dos desabrigados para lugares mais seguros, Michael Carvill afastou em definitivo a hipótese de reassentar as 3 mil famílias residentes em Topuito para novos locais por considerar que a operação, além de dispendiosa, não faz grande sentido, uma vez que a mineração será feita, de futuro, em direcção contrária ao bairro residencial.

“Por mês as dragas movimentam-se cerca de 150 metros, o que significa que à medida que os anos vão passando a mina vai ficando mais distante da área residencial, o que afasta qualquer perigo de uma nova inundação”, disse o director executivo da empresa.

Este incidente teve como saldo 30 feridos e a destruição total de igual número de casas, afectando 388 famílias que perderam a maior parte dos seus haveres. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH